Em boletim emitido nesta sexta-feira (18), a Secretaria de Estado da Saúde divulga mais 2.206 casos confirmados de Covid-19 e 41 mortes em decorrência da doença.

A Saúde informa que foram computados mais 2.278 casos confirmados retroativos do período entre 01 de junho e 16 de dezembro. Destes, 697 são casos de Curitiba que foram incluídos com a integração entre o sistema municipal e o sistema próprio do Estado (Notifica Covid-19). Os casos estavam em investigação em aberto e foram encerrados como confirmados e automaticamente atualizados no sistema.

Os diagnósticos divulgados no boletim desta sexta-feira são: 34 de junho, 15 de julho, 8 de agosto, 5 de setembro, 12 de outubro, 342 de novembro e 4.068 de dezembro (entre os novos e retroativos).

Os dados acumulados do monitoramento da Covid-19 mostram que o Paraná soma 367.857 casos e 7.153 mortos em decorrência da doença.

INTERNADOS – Nesta sexta-feira há 1.628 pacientes com diagnóstico confirmado internados. São 1.282 pacientes em leitos SUS (642 em UTI e 640 em enfermaria) e 346 em leitos da rede particular (137 em UTI e 209 em enfermaria).

Há outros 1.794 pacientes internados, 436 em leitos UTI e 1.358 em enfermaria, que aguardam resultados de exames. Eles estão em leitos das redes pública e particular e são considerados casos suspeitos de infecção pelo Sars-CoV-2.

ÓBITOS – Os 41 pacientes que faleceram são 15 mulheres e 26 homens, com idades que variam de 28 a 91 anos. Os óbitos ocorreram entre 2 e 18 de dezembro.

Os pacientes residiam em Maringá (6), Paranaguá (4), Curitiba (3), Campo Largo (2), Castro (2), Foz do Iguaçu (2), Paiçandu (2). A Secretaria da Saúde registra, ainda, a morte de uma pessoa em cada um dos municípios de Antonina, Arapongas, Cafelândia, Cambé, Campina Grande do Sul, Cerro Azul, Chopinzinho, Cornélio Procópio, Floresta, Guarapuava, Imbituva, Matelândia, Palmas, Pérola, Pinhais, Santa Isabel do Ivaí, Santa Mariana, São Jerônimo da Serra, São José dos Pinhais e Umuarama.

FORA DO PARANÁ – O monitoramento da Saúde registra 2.918 casos de residentes de fora, 60 pessoas foram a óbito.